UNG | Ser Educacional
25 Novembro
Guarulhos
Estudantes de Radiologia fazem a prova do ENADE 2019
Por Celso Alves

No dia 24/11/2019 ocorreu a Prova ENADE 2019, com o estimulo de todos os professores e Coordenação presentes, foi possível ver no rosto de todos os alunos o nervosisimo e muita emoção. Estava no momento de apresentar todo o trabalho no momento final. E com certeza vamos obter uma ótima nota, pois os alunos cumpriram tudo o que foi orientado durante o semestre e as últimas observações momentos antes do início da prova. Parabéns a todos!

29 Outubro
Guarulhos
Curso de Turismo em evidência na Mostra Campus UNG
Por Cláudia Parra

Nos dias 23 e 24 de Outubro de 2019 os alunos do Curso de Turismo prepararam uma sala toda especial, para apresentar e tentar criar uma “experiência” sobre o que estuda no Turismo.  Os visitantes nada menos que os estudantes de diferentes escolas de Guarulhos, e que estão prestes a se formar. Agito e animação foi o que encontraram no ambiente.

A sala teve diversas temáticas para apresentar algumas das possibilidades que um turismólogo pode atuar, como hotelaria, representada por um quarto de hotel, um modelo de agência de viagens, com revistas e materiais de diversos destinos turísticos, e representada por uma linda mesa de jantar, com todo “mise in place” a área de eventos, e uma torre Eiffel representando os atrativos culturais do mundo.

Tudo isso, foi preparado e pensado pelos alunos do curso junto com a Coordenação. Capricho e empenho foram os resultados dessa produção deliciosa de fazer para apresentar a profissão de um verdadeiro turismólogo!!!

 

29 Maio
VISITA
Estudantes visitam São Luiz do Paraitinga: patrimônio material e imaterial em diálogo
Por Sandra Sato

 Certa vez, José Saramago escreveu uma daquelas frases capazes de esclarecer sentimentos que nem sempre são muito transparentes para nós mesmos. Para o autor português, “Fisicamente habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória”. A afirmação do autor diz muito a respeito da relação que os pouco mais de dez mil moradores de São Luiz do Paraitinga têm com a cidade.

O município, que no ano de 2010, teve seu centro histórico arrasado por uma inundação, cujas águas destruíram dezoito imóveis construídos em taipa de pilão e viu sua Igreja matriz ruir, está hoje praticamente recuperado.

Foi essa cidade restaurada e, em certa medida, reconstruída que os alunos do oitavo e nono semestres do curso de Arquitetura e Urbanismo visitaram no dia 20 de maio de 2018. Na ocasião, os estudantes foram à campo para verificar os procedimentos de restauro da Capela de Nossa Senhora das Mercês, da Igreja matriz dedicada à São Luis de Tolosa e de outras edificações reerguidas após a enchente de 2010. 

A aula externa contou com a participação do historiador da cidade, doutor em História Social (FFLCH/USP), João Rafael Cursino. No quintal da casa onde nasceu o médico sanitarista Oswaldo Cruz, sob uma enorme paineira, o pesquisador falou com o grupo acerca da importância do patrimônio imaterial para os moradores da cidade.

A proposta da viagem técnica era colocar em discussão os critérios empregados nos projetos de restauro/reconstrução aplicados ao patrimônio edificado da cidade. Além disso, havia também a intenção de proporcionar aos alunos a experiência de participarem de uma das festas populares mais tradicionais de São Luiz: a festa do Divino Espírito Santo.

Ao visitarem a casa do Império, tomarem parte das várias procissões que ocorreram ao longo do dia, seguirem os grupos de moçambique, congada e dança de fitas ou, simplesmente, se divertirem observando o esforço dos moradores locais para escalar o pau de sebo, os alunos vivenciaram a relação entre as dimensões material e imaterial do patrimônio. De acordo com João Rafael Cursino, a chave para compreender como se deu o processo de restauro (e de reconstrução) da cidade está numa palavra: identidade. A ideia de pertencimento fornecida pela noção de identidade levou os habitantes a lutarem para terem São Luiz do Paraitinga de volta. E é essa identidade que os alunos viram em ação durante todo o domingo dedicado ao Divino.

Em tempo, a citação de Saramago foi tirada do texto “Palavras para uma cidade” e pode ser lida no blog http://caderno.josesaramago.org/1253.html. Quem quiser ler a belíssima pesquisa do historiador João Rafael Cursino, o título é “A cultura como protagonista no processo de reconstrução da cidade de São Luiz do Paraitinga/SP”.  (José Saramago -  Palavras para uma cidade in O Caderno).

14 Junho
UNG AMIGA DA ESCOLA
UNG participa de evento para aproximar estudantes de ensino médio
Por João Samarao

No dia 9 de junho, a coordenação do curso de Logística participou do “Café com Educadores”, ocorrido no auditório da UNG. No evento estiveram presentes os Diretores e Responsáveis Pedagógicos de Escolas Estaduais das regiões Norte e Sul de Guarulhos, Coordenadores de Cursos e Diretoria de Área (UNG) e Reitoria, para a apresentação e oficialização do projeto "UNG Amiga da Escola". O projeto apresentado tem como objetivo principal aproximar os alunos do Ensino Médio das escolas da rede pública das atividades acadêmicas dentro da universidade. Para que o projeto seja operacionalizado, irá contar com que cada coordenador de curso seja o “padrinho” de uma escola, onde será envolvida toda a comunidade acadêmica da UNG.