UNG | Ser Educacional
30 Novembro
NOVEMBRO AZUL
Nutrição no combate ao Câncer de Próstata
Autor: Suzana Lopes

Em comemoração ao Novembro Azul, vamos esclarecer alguns fatos em relação à alimentação e a prevenção do câncer de próstata.

Hoje em dia este tipo de câncer é considerado o sexto tipo mais comum no mundo. No Brasil é a quarta maior causa de morte. O câncer de próstata ocorre principalmente em homens mais velhos. Cerca de 6 em cada 10 casos são diagnosticados em homens com mais de 65 anos, sendo raro o surgimento antes dos 40 anos.

Entre os maiores fatores de risco encontra-se a alimentação inadequada, além da hereditariedade, sedentarismo, doenças associadas como o diabetes mellitus e o sobrepeso ou obesidade.

A nutrição entra como um importante fator protetor, já que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, bem como, um menor consumo de gorduras, principalmente as de origem animal (fonte de gordura saturada) ajuda a diminuir o risco no desenvolvimento dos inúmeros tipos de câncer.

Atualmente muito se fala na mídia sobre Alimentos funcionais, mas afinal, o que há nesses alimentos que diferem dos outros? A resposta é simples... Alimentos funcionais são alimentos comuns que fornecem ao organismo além das funções básicas, alguma substância especifica que acarreta em efeitos benéficos à saúde e que podem retardar o estabelecimento de doenças crônico-degenerativas (câncer), entre outras patologias, se consumido como parte de uma alimentação habitual.

A seguir, encontram-se três substâncias com atividades funcionais importantes e que vêm sendo atribuídos a prevenção do câncer de próstata e outros tipos de carcinogênese. O melhor de tudo é que estão presentes em diversos alimentos em sua maioria consumidos na mesa dos brasileiros.

Elaborado por: Andressa Greco; Mayara Souza e Natália Lima (alunas do 8° semestre de nutrição).

Galeria: 
Nutrição no combate ao Câncer de PróstataNutrição no combate ao Câncer de PróstataNutrição no combate ao Câncer de Próstata

Comentários